Registo | Contactos

Como o cérebro “joga” com a previsibilidade e o acaso

18 Mai 2017 - 13h19 - 6.503 caracteres
Resumo: O timing das nossas acções nunca é totalmente previsível. Cientistas revelam que esta imprevisibilidade está a cargo de partes específicas do cérebro.

Jornais que já efectuaram download deste artigo

O acesso ao texto integral deste artigo está limitado a jornais aderentes do projecto Ciência na Imprensa Regional. Se já aderiu, faça login no topo superior direito da página para ter acesso ao texto completo do artigo.
Se ainda não aderiu, faça aqui o seu pedido de adesão..