Registo | Contactos

Divulgação de Ciência em Português – Os Livros de 2011

16 Nov 2011 - 20h14 - 3.845 caracteres

Aproximando-nos do final de 2011, é altura de fazer uma pequena nota sobre uma selecção, por definição sempre incompleta, subjectiva, dos livros de divulgação de ciência, originalmente escritos por autores portugueses e que foram publicados em 2011 em Portugal. Este ano foi generoso em livros de autores portugueses dedicados à divulgação de ciência. Digo até mais: 2011 deu à estampa alguns volumes que vão ficar (já estão) na galeria dos melhores livros de divulgação de ciência em língua portuguesa desde sempre.

Chamo a vossa atenção para os seguintes volumes (por ordem alfabética do autor) que considero incontornáveis no panorama da literatura de divulgação de ciência em Portugal: “Darwin aos Tiros e outras Histórias de Ciências”, Carlos Fiolhais e David Marçal (publicado na Gradiva); “Estas máquinas chamadas Mundos”, de Eduardo Ivo Alves (geofísica dos planetas, na Imprensa da Universidade de Coimbra); “Uma Tampa para cada Tacho”, de Francisco Dionísio (sobre biologia molecular e genética, na editora Bizâncio); “O Grande Inquisidor”, de João Magueijo (biografia do misterioso físico italiano Ettore Majorana, na Gradiva); “Egas Moniz. Uma biografia”,  de João Lobo Antunes (biografia do único prémio Nobel português nas ciências, desenvolvida por um outro incontornável neurocirurgião português, na Gradiva); “Vida no Universo”, de João Lin Yun (sobre a procura de vida fora da Terra, na Gradiva); “Casamentos e Outros Desencontros”, de Jorge Buescu (sobre aspectos da matemática no nosso dia a dia, na Gradiva); “Haja Luz!”, de Jorge Calado (volume imprescindível sobre química neste Ano Internacional da Química, na Imprensa do Instituto Superior Técnico); “A Aventura da Terra”, de vários autores coordenado por Maria Amélia Martins-Loução, (sobre a evolução do planeta e da vida que nele emergiu, na Esfera do Caos); “Migrações: das Células aos Cientistas”, de vários autores coordenado por Maria de Sousa, (abordagem multidisciplinar sobre o fenómeno da migração desde os microorganismos até ao Homem, na Esfera do Caos); "Breve História da Química", de Regina Gouveia, que é por muitos considerada uma sucessora da divulgação de ciência através da poesia, na senda de Rómulo de Carvalho/António Gedeão (teatro infantil em poesia sobre alguns marcos da história da química, na editora 7 dias, 6 noites); “Pelo sistema solar vamos todos viajar”, de Regina Gouveia (poesia para a infância sobre o sistema solar, na Gatafunho); "A Peste Bubónica no Porto", de Ricardo Jorge (relato histórico do flagelo da peste bubónica – negra – na cidade do Porto no princípio do séc. XX, pelo “pai” da epidemiologia e saúde pública portuguesa, na editora Deriva).

Gostaria ainda de salientar um outro livro que esperou 150 anos para conhecer a sua tradução para o português e que, apesar de o texto original pertencer a autor estrangeiro, a sua publicação só foi possível pelo empenho e investigação de autores e investigadores portugueses, que enriqueceram o original quer com a qualidade da tradução, quer com as anotações que acrescentam informação preciosa para o leitor. É ele: A História Química de uma Vela”, de Michael Faraday, com tradução de Sérgio Rodrigues e Maria Isabel Prata, (reúne algumas das lições populares e que ficaram famosas de Faraday, na Royal Institution, de Londres, publicada pela Imprensa da Universidade de Coimbra).

 

O ano de 2011 fica também marcado pela edição de um há muito aguardado “Dicionário de Geologia”, da responsabilidade de A.M. Galopim de Carvalho. Publicado pela editora Âncora, incluo este volume pois não há boa comunicação de ciência sem que possamos ter instrumentos que descodifiquem os conceitos, por vezes mais complicados e herméticos, que resultam da actividade científica e da comunicação dos resultados entre investigadores.

 

António Piedade

Ciência na Imprensa Regional – Ciência Viva

 


© 2011 - Ciência na Imprensa Regional / Ciência Viva


António Piedade

António Piedade é Bioquímico e Comunicador de Ciência. Publicou mais 500 artigos e crónicas de divulgação científica na imprensa portuguesa e 20 artigos em revistas científicas internacionais. É autor de sete livros de divulgação de ciência: "Íris Científica" (Mar da Palavra, 2005 - Plano Nacional de Leitura),"Caminhos de Ciência" com prefácio de Carlos Fiolhais (Imprensa Universidade de Coimbra, 2011), "Silêncio Prodigioso" (Ed. autor, 2012), "Íris Científica 2" (Ed. autor, 2014), "Diálogos com Ciência" (Ed. autor, 2015) prefaciado por Carlos Fiolhais, "Íris Científica 3" (Ed. autor, 2016), "Íris Científica 4" (Ed. autor, 2017).


Veja outros artigos deste/a autor/a.
Escreva ao autor deste texto

Ficheiros para download