Registo | Contactos

"Exuberâncias da Caixa Preta: Charles Darwin"

11 Abr 2012 - 21h35 - 3.067 caracteres

Dia 11 de Abril, pelas 18h30 decorre no Museu Soares dos Reis, no Porto, o lançamento do livro Exuberâncias da Caixa Preta: Charles Darwin. Trata-se de uma obra retrospectiva, pela memória da exposição que lhe está na génese, reflexiva, pelos textos inéditos que dão corpo ao livro, e prospectiva, já que em muitos das contribuições se desenham futuros possíveis com o avanço do conhecimento sobre o cérebro.

 

Exuberâncias da Caixa Preta: Charles Darwin é uma obra retrospectiva, pela memória da exposição que lhe está na génese, reflexiva, pelos textos inéditos que dão corpo ao livro, e prospectiva, já que em muitos das contribuições se desenham futuros possíveis com o avanço do conhecimento sobre o cérebro.

Os contributos para a obra são vários, dos quais destacamos os cientistas João Malva e Alexandre Quintanilha, o filosofo Desidério Murcho, o psiquiatra João Marques Teixeira, ou os artistas Emílio Remelhe e Orlagh O’Brien, entre muitos outros.

O livro nasce da exposição Exuberâncias da Caixa Preta: Charles Darwin, construída a propósito do livro A Expressão das Emoções no Homem e nos Animais de Charles Darwin, que esteve patente no Museu Soares dos Reis, no Porto, de Novembro de 2009 a Abril de 2010. Mas “mais do que um simples catálogo, o livro vai além da exposição e completa-a”, como afirmam os editores.

Para além de uma memória fotográfica de uma exposição que reuniu espólios privados e de várias instituições como, por exemplo, da Faculdade de Belas Artes, do Museu de história Natural da Universidade do Porto, ou do Hospital conde Ferreira, o livro é um espaço onde se aprofunda a reflexão sobre a expressão das emoções, num claro interface entre Arte e Ciência.

A viagem proporcionada pelo livro é complementada com três filmes, dois deles produzidos para a exposição, a performance Perturbações e a instalação Música e Emoções, e um terceiro, Emoções, Darwin e a Cidade, em que visitantes e promotores fazem uma análise retrospectiva da própria exposição.

 

Durante o lançamento do livro será inaugurada a peça Uma Janela para Darwin do escultor Carlos Marques. O escultor foi também autor de uma das peças presentes na exposição e agora apresenta mais uma peça inspirada no mesmo tema e que começou a ser equacionada ainda durante o período em que decorreu a exposição. Esta peça ficará patente no Museu Soares dos Reis durante um mês e servirá elemento simbólico ao próprio livro que ficará à venda na loja do próprio museu.

O livro leva o cunho de vários parceiros e colaboradores, sendo que as 3 entidades promotoras são a ESAD (Escola Superior de Artes e Design de Matosinhos), o Laboratório Associado IBMC.INEB (Instituto de Biologia Molecular e Celular do Porto e Instituto de Engenharia Biomédica), e o MNS (Museu Nacional Soares dos Reis).

O lançamento do livro contará com a presença de Alexandre Quintanilha, representante do conselho editorial do livro, José Simões, Diretor da ESAD, Claudio Sunkel, Diretor do IBMC e Maria João Vasconcelos, Diretora do MNSR.

 

Júlio Brolido Santos

(IBMC)

 

Ciência na Imprensa Regional – Ciência Viva


© 2012 - Ciência na Imprensa Regional / Ciência Viva


António Piedade

António Piedade é Bioquímico e Comunicador de Ciência. Publicou mais 500 artigos e crónicas de divulgação científica na imprensa portuguesa e 20 artigos em revistas científicas internacionais. É autor de sete livros de divulgação de ciência: "Íris Científica" (Mar da Palavra, 2005 - Plano Nacional de Leitura),"Caminhos de Ciência" com prefácio de Carlos Fiolhais (Imprensa Universidade de Coimbra, 2011), "Silêncio Prodigioso" (Ed. autor, 2012), "Íris Científica 2" (Ed. autor, 2014), "Diálogos com Ciência" (Ed. autor, 2015) prefaciado por Carlos Fiolhais, "Íris Científica 3" (Ed. autor, 2016), "Íris Científica 4" (Ed. autor, 2017).


Veja outros artigos deste/a autor/a.
Escreva ao autor deste texto

Ficheiros para download Jornais que já efectuaram download deste artigo