Registo | Contactos

Proteína anticancro promove resistência tumoral

27 Set 2019 - 17h01 - 6.328 caracteres
Resumo: As áreas dos tumores sólidos com acesso limitado ao oxigénio, uma situação dita de hipoxia, são extremamente resistentes à quimioterapia e radioterapia. Há anos que os especialistas se perguntam por que é que, em particular, a proteína supressora de tumores – a bem conhecida p53 – é ineficaz contra as células hipóxicas tumorais. Agora, um estudo anuncia a descoberta de um mecanismo que torna a p53 ineficaz contra as células cancerosas em hipoxia, promovendo de facto a sua sobrevivência. Estes resultados poderão ter importantes implicações para o desenvolvimento de futuras terapias.

Jornais que já efectuaram download deste artigo

O acesso ao texto integral deste artigo está limitado a jornais aderentes do projecto Ciência na Imprensa Regional. Se já aderiu, faça login no topo superior direito da página para ter acesso ao texto completo do artigo.
Se ainda não aderiu, faça aqui o seu pedido de adesão..